Como contratar melhor com a ajuda de indicações?

Encontrar e contratar gente qualificada é um desafio. Globalmente, 38% dos empregadores afirmam ter dificuldades em encontrar talentos, um resultado que pode ser mitigado com um bom processo de contratação por indicação.
 
É possível obter indicações de funcionários, parceiros estratégicos, fornecedores e assim por diante. Contudo, deve-se estruturar adequadamente esse processo, garantindo que contribua positivamente para o sucesso da empresa e do RH.
 
Pensando nisso, criamos este artigo. Hoje, você vai conhecer algumas das melhores práticas para contratar com a ajuda de indicações, de forma segura e vantajosa. Continue a leitura e fique por dentro do assunto. Vamos lá!
 
Estabeleça um programa de indicação
 
O primeiro passo é ter um programa claro e conhecido de indicação. O próprio funcionário deve entender que essa é uma prática valorizada na empresa, além de sentir-se motivado a colaborar com a entrada de novos talentos.
 
Um exemplo é estabelecer um programa de bonificação para o colaborador que indicar o candidato contratado. Essa bonificação pode ser financeira ou não, como um dia de folga remunerado. Aqui, é importante usar a criatividade.
 
Tenha políticas claras
 
O programa de indicação deve ter políticas claras, evitando-se que surjam conflitos e problemas internos. Devem ser discutidas questões como quantos candidatos podem ser indicados, o que fazer se dois funcionários indicarem a mesma pessoa e quando a bonificação será paga (antes ou depois da contratação).
 
Realize parcerias estratégicas
 
As indicações podem vir de outros segmentos de público. Logo, também é necessário considerá-los. É possível destacar consultores, fornecedores e alguns parceiros estratégicos. Assim, é possível ter acesso a mais talentos.
 
De igual modo, você precisa de um programa claro. A diferença está no fato de que o canal de comunicação (e-mail, página de carreira, aplicativo mobile) utilizado deve ser mais pensado, pois nem sempre esses parceiros estão dentro da empresa.
 
Faça o primeiro contato com o candidato
 
O primeiro contato com o candidato indicado é muito importante para despertar seu interesse em atuar na empresa. Nesse momento, você deve explicar sobre a organização, a vaga e os benefícios para seu ocupante. Também é preciso pedir uma cópia do currículo, avaliando se ele é adequado ao cargo.
 
Contrate com base no fit cultural
 
Por fim, é preciso entender que não basta uma boa indicação e um currículo bem elaborado para contratar alguém. Hoje, mais do que nunca, é necessário avaliar o fit cultural, ou seja, a convergência entre os valores da empresa e do candidato.
 
Contratar alguém que não possua valores e ideais próximos do que é disseminado pela empresa, por mais talentoso que seja, não é um bom negócio. Esse profissional não terá aderência e, em breve, será demitido da organização ou procurará a concorrência para trabalhar — aumentando, assim, o turnover.
 
Como você pode observar, é possível formular um bom processo de contratação por indicação, bastando observar as dicas aqui citadas. Dessa forma, será factível encontrar mais talentos, fomentar a seleção e otimizar os resultados do RH.
 
 
Fonte: Psicologia Viva



Comentários