Como receber um feedback positivo ou negativo?

Como receber um feedback positivo ou negativo?

By

O feedback é uma ferramenta muito importante para as empresas, mas existem certos mal-entendidos a seu respeito. Os gestores e colaboradores precisam, portanto, descobrir as maneiras adequadas de utilizar e de lidar com esse recurso. No artigo de hoje, queremos conversar com você sobre como receber um feedback!

Devido às más interpretações dessa prática, é comum que ela ainda seja mal vista ou que haja até mesmo certo receio sobre ela. É necessário compreender, no entanto, que um feedback dado corretamente, de uma forma respeitosa e construtiva, tem muito a contribuir na nossa vida profissional e é uma coisa boa.

Isso vale tanto para os retornos positivos quanto os negativos. Por isso, a seguir daremos dicas de como lidar com cada um deles. Continue lendo para saber mais!

Qual é a importância de saber receber um feedback?

Um feedback positivo ajuda a nos mantermos motivados e a nos certificarmos sobre pontos que estão indo bem no nosso trabalho. Com ele, identificamos, por exemplo, as atitudes, habilidades e o desempenho que estão sendo bem empregados, de acordo com as necessidades da empresa e as demandas de nossas funções.

Já o feedback negativo ajuda a identificar pontos em que podemos melhorar, favorecendo o aprendizado, o desenvolvimento e o aperfeiçoamento profissional. Sendo assim, ambos são práticas construtivas e “positivas”, de certa forma, pois constituem oportunidades interessantes, cada um à sua maneira.

Quando sabemos receber esses dois tipos de feedback, conseguimos analisá-los com maior clareza, evitando julgamentos e tirando o melhor da situação. Nosso trabalho — e até nossas emoções — se beneficiam, pois evitamos certos sentimentos ruins e compreendemos melhor onde investir para progredir.

Como receber um feedback negativo?

Esse tipo de feedback é, com certeza, o mais complexo de receber. Por esse motivo, concentramos as nossas dicas aqui, mas, depois, também abordaremos a modalidade positiva. Antes de qualquer coisa, é válido lembrar que um certo nível de tensão é normal nesse momento, afinal, é difícil ouvir que algo não está indo tão bem.

No entanto, não é necessário sentir culpa, raiva ou outras emoções negativas muito fortes. A seguir, separamos algumas sugestões para lidar com esse momento e aproveitá-lo da melhor forma. Confira!

Não leve para o lado pessoal

Um feedback adequado não deve ser grosseiro, abusivo ou ofensivo. Ele deve ter uma base concisa e objetiva, não se guiando por julgamentos ou conflitos pessoais. É dessa mesma maneira que ele deve ser recebido. O objetivo é refletir sobre o seu trabalho e se desenvolver profissionalmente.

Uma dificuldade aqui, porém, é que muitos gestores e colaboradores ainda não sabem muito bem como dar feedbacks e podem misturar as coisas. Seja como for, não leve para o lado pessoal. Não acuse ou critique a outra pessoa.

Não fique na defensiva

É normal que essa reação queira aparecer durante um feedback negativo, pelo desejo de se defender ou reduzir aquele impacto, por exemplo. No entanto, isso não é favorável, pois além de prejudicar a forma como você será visto, também atrapalha a capacidade de aproveitar o que aquele momento tem a oferecer.

O ideal é escutar o que é dito e refletir racionalmente sobre o assunto, sem se culpar demais, mas sem querer apenas se livrar daquela crítica. Você pode sim ter seu ponto de vista sobre a situação e, talvez, ele seja diferente, mas é preciso analisar e não ficar arranjando desculpas ou assumindo uma postura defensiva.

Encare como uma crítica construtiva

Como já mencionamos aqui, o feedback é uma ferramenta que ajuda no seu desenvolvimento, identificando pontos que precisam do seu cuidado e do seu investimento. Ele é uma chance de perceber coisas que você não estava notando sozinho, permitindo que você evolua como profissional ou como colega de trabalho.

Desse modo, um bom jeito de encará-lo é como uma crítica construtiva, que traz contribuições para a sua jornada. Mesmo quando a outra pessoa não consegue elaborá-lo e transmiti-lo da melhor maneira, você pode ver o lado bom da situação. Caso haja certa grosseria, por exemplo, lembre-se de que essa é uma questão pessoal.

Saiba ouvir

Na hora de receber um feedback, escute a outra pessoa com atenção. Não a interrompa para se justificar, por exemplo, e se mostre interessado no que ela tem a dizer. Ouça-a com a mente aberta, realmente buscando compreender o que ela está tentando expressar e suas razões.

Assim, sua perspectiva e seu posicionamento sobre essa crítica terão mais clareza e serão mais proveitosos. Quando a fala do outro terminar, você pode tirar dúvidas e pedir sugestões, por exemplo. Além disso, vale sugerir que ao falar do seu ponto de vista, seja respeitoso, não crie uma situação de confronto e mostre abertura e disposição para fazer melhorias.

Agradeça o feedback e aplique as mudanças necessárias

Ao final da conversa, não deixe de agradecer e expressar que foi uma contribuição importante. A partir de então, é hora de começar a aplicar as mudanças necessárias. Você pode anotar os pontos a serem trabalhados para se orientar, inclusive. Mostre empenho para essas melhorias e não deixe o feedback ser em vão.

Lembre-se que o feedback faz parte da vida de todos

É compreensível que você fique abalado depois do feedback negativo, mas lembre-se que isso faz parte. Ele não diminui e não se relaciona com o seu valor como pessoa, por mais que alguns interlocutores passem essa impressão por não saberem transmiti-lo. Todos cometemos erros e temos pontos que podemos desenvolver. Isso é natural e não deve nos fazer mal.

Como receber um feedback positivo?

Apesar de ser uma modalidade bem mais fácil de lidar, que gera motivação, também vale dar algumas dicas sobre o feedback positivo. Ele também é uma oportunidade para a vida profissional, pois nos indica pontos aos quais estamos indo bem e, às vezes, até permite identificar habilidades que nem havíamos percebido. Confira nossas sugestões sobre ele!

Agradeça o feedback

Assim como no feedback negativo, esse é um ponto essencial. Agradeça o retorno e mostre que ele foi importante para você!

Utilize isso para ajudar outros colaboradores

Um feedback positivo deve destacar o melhor de cada colaborador. No entanto, em alguns casos, é possível utilizar esse retorno sobre você para ajudar outras pessoas. Atenção: isso não significa sair contando sobre o feedback que recebeu, se impor ou querer que todos sejam como você. Na verdade, o ideal é que esse retorno seja dado em particular, justamente para não gerar comparações nas equipes.

A questão é que, ao descobrir seus pontos fortes, talvez você possa dar dicas a outros colaboradores, sugerindo caminhos, por exemplo. Faça isso considerando as particularidades do outro, com cuidado e sem ficar se evidenciando, falando de como você é bom ou de como está certo. Auxilie com profissionalismo e respeito.

Essas foram as nossas dicas para lidar com feedbacks, sejam eles negativos ou positivos. Com o tempo, essas práticas se tornarão cada vez mais fáceis.
 
 
Fonte: Aspectum

You may also like